Ultrassonografia, a esperança

A ultrassonografia é uma esperança para entendermos melhor a evolução, a persistência e o tratamento efetivo da endometriose

A ultrassonografia pélvica convencional é capaz de detectar apenas os cistos de endometriose nos ovários, ou endometriomas. Estes cistos não são lesões isoladas de endometriose. Quando houver endometriomas nos ovários, certamente haverá outras lesões de endometriose, mesmo que não sejam vistas à ultrassonografia.

Os endometriomas ocorrem apenas em fases avançadas da doença. Devido a isso, é comum que aquelas mulheres com endometriose (mas sem endometriomas) tenham resultados de ultrassonografia convencional falsamente normais.

Por outro lado, a ultrassonografia transvaginal com preparo intestinal é uma excelente ferramenta para o diagnóstico da endometriose. Entretanto, sua realização depende muito de um profissional capacitado 1. Durante o exame, é possível realizar um mapeamento de quase todos os órgãos da pelve para identificação das lesões, conforme explica a Dra. Luciana Chamié. Com o diagnóstico completo, é possível mudar a história da endometriose!

Vídeos relacionados:
Dra. Luciana Chamié

1. Chamie LP, Pereira RM, Zanatta A, Serafini PC. Transvaginal US after bowel preparation for deeply infiltrating endometriosis: protocol, imaging appearances, and laparoscopic correlation. Radiographics : a review publication of the Radiological Society of North America, Inc. Sep 2010;30(5):1235-1249.

Copyright© 2013 - 2017 -Todos os direitos reservados

(61) 3045-0088